DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

33

Governo de Roraima conquista a certificação que permite exportação de carne

Comitiva de Roraima está em Paris para receber a certificação

O setor agropecuário de Roraima vive um novo momento na história da econômica do Estado. A partir de agora, a certificação internacional de status livre da febre aftosa com vacinação, permitirá a exportação da carne para outros Países. O documento será entregue nesta quarta-feira, dia 23, em Paris, na Franca, durante a 8ª Assembleia da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

O presidente da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima), Gelb Platão, está representando a governadora Suely Campos no evento internacional, que conta com a participação de representantes de 182 países membros da OIE, que é referência para o comércio internacional de animais terrestre e aquáticos, produtos e subprodutos.

“Esse é um momento que ficará para a história da economia de Roraima. Tudo isso, graças ao esforço da governadora Suely campos, que desde o início da gestão de governo investiu na Aderr, facilitando o trabalho dos técnicos em todo o Estado, e garantindo a vacinação do gado contra a febre aftosa”, disse.

Gelb informou que ao receber o certificado relativo ao status de livre da febre aftosa com vacinação, Roraima poderá exportar a carne para outros Países que fazem parte da Organização Mundial do Comércio. Dessa forma, os produtores do Estado poderão ampliar a produção de gado, já que terá demanda de exportação.

“A governadora quer mudar a matriz econômica de Roraima, para sair da economia do contra cheque, para dar as condições para que a iniciativa privada possa se desenvolver. Com esse status internacional livre de febre aftosa com vacinação, o setor primário tem as condições legais e ambientes necessárias para o desenvolvimento”, destacou Platão.

INVESTIMENTOS – Nos últimos três anos, o Governo de Roraima investiu mais de R$ 10 milhões na Aderr. Todas as unidades da Agência, que ficam no Interior do Estado, foram equipadas com novos computadores e impressoras. Também foram instalados pontos de internet para melhorar a comunicação.

A governadora Suely Campos também dobrou a quantidade de viaturas na Aderr, que conta hoje com 45 veículos. Para ampliar os trabalhos, fez um concurso público e chamou 170 candidatos aprovados para trabalhar nas funções de agrônomo, veterinário e assistente administrativo.

Mesmo o Estado passando dificuldade financeira, o governo implantou, em dezembro do ano passado, o PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e remuneração) dos servidores da Aderr.Mais de 50 categorias e aproximadamente 500 servidores dos níveis fundamental, médio e superior da administração indireta foram beneficiados, com planos de carreiras modernos, que darão a segurança de evolução nos salários e valorização.

SHARE