POLÍCIA MILITAR

73

Transporte de cargas vivas é realizado por policial feminina

A soldado Lediane é a primeira mulher a desenvolver este tipo de atividade no Estado

A função de motorista de veículos pesados no transporte dos animais pertencentes ao Esquadrão de Cavalaria da PMRR (Polícia Militar de Roraima), agora é realizada por uma policial feminina. A atividade está sob os cuidados da soldado PM Lediane Gomes da Silva Trajano, primeira mulher a desenvolver este tipo de atividade em uma Instituição Militar no Estado.

Para atuar como motorista de cargas vivas, Lediane teve de se especializar. A qualificação exigiu exames de saúde, testes psicológico, psicotécnico, toxicológico, dentre outros, além 20 aulas práticas, e ao final um teste prático realizado pelo Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), para aquisição da categoria “D”, na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

“Confesso que foi um desafio e tanto! Pois sei quão grande é a responsabilidade de conduzir um caminhão com animais. Além disso, fiquei preocupada, pois pensava que teria rejeição pelo fato de ser mulher, mas pelo contrário, tive ótima aceitação por parte dos colegas de profissão e da sociedade” afirmou.

Atualmente a soldado exerce, além do policiamento montado operacional, que consiste na atividade primordial da cavalaria, atuando no policiamento comunitário ostensivo e em situações extremas de choque, a função de motorista no transporte dos cavalos utilizados pela PMRR, toda vez que é realizado o deslocamento dos animais.

“É fascinante fazer o que gosto para o bem da sociedade, além de satisfazer meus anseios, desempenhando minhas atividades em um lugar que lutei para fazer parte, superei muitos desafios. Agradeço a Deus e aos meus irmãos de farda pela oportunidade e confiabilidade, e hoje posso dizer que todo o esforço valeu a pena”, enfatizou a policial.

SONHO DE INFÂNCIA – Leidiane ingressou na carreira militar em 2014, e optou por trabalhar no 1º Esquadrão de Cavalaria, após curso especifico. Segundo ela, ser policial e trabalhar com animais é um sonho de infância.

“Desde pequena eu sonhava em ser policial e, por amar animais, juntei as duas atividades. Acredito que satisfação na vida é trabalhar naquilo que se gosta, e reconhecer na profissão um sonho realizado é gratificante”, acrescentou.

Atualmente, a PMRR possui 301 mulheres no quadro efetivo, sendo 34 oficiais e 267 praças, exercendo as mais diferentes funções, atuando tanto no policiamento ostensivo, quanto nos departamentos administrativos da Corporação.

CAVALARIA DA PMRR – Instituída em Roraima no ano de 1999, ganhou destaque no ano de 2001, quando recepcionou o primeiro efetivo feminino nas fileiras. À época, apenas quatro mulheres concluíram o curso, que exige muita disciplina, preparo físico, coragem e determinação. Atualmente, 13 Cavalarianas ou Amazonas, como são chamadas as mulheres que atuam na Cavalaria, desenvolvem as atividades no 1º EIPMON ( Esquadrão Independente de Polícia Montada).

SHARE