MAIS UMA UNIDADE DE SAÚDE

44

Após 35 anos, Roraima ganhará uma nova maternidade

Obra será construída anexa ao Hospital Regional Sul, em Rorainópolis

Depois de 35 anos da inauguração do HMINSN (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazaré), em Boa Vista, Roraima ganhará uma segunda maternidade. A nova unidade será construída no município de Rorainópolis e atenderá toda a região Sul do Estado.

A apresentação do projeto arquitetônico foi feita pela governadora Suely Campos, na manhã desse sábado, 7, no Hospital Regional Sul Governador Ottomar de Sousa Pinto, local onde a maternidade será construída como anexo. A previsão é que a obra seja licitada ainda em 2018, com um prazo de conclusão de 300 dias.

O prédio será construído em um espaço de 2.056 metros quadrados e contará com 33 leitos, entre internação e salas de pré e pós-parto, além de salas de observação, de isolamento e cinco consultórios médicos. O investimento é oriundo de recurso de emenda federal do deputado Remídio Monai, no valor de mais de R$ 4,7 milhões. O projeto já foi aprovado pela CEF (Caixa Econômica Federal) e segue agora todos os trâmites para licitação pela Seinf (Secretaria de Estado de Infraestrutura).

Em seu anúncio, a governadora Suely Campos ressaltou a parceria dos parlamentares que destinam emendas para diversas áreas, entre as quais a saúde. Segundo ela, com essa ajuda, seu governo estruturou a saúde pública, de forma que vai beneficiar a população pelos próximos 20 anos.

“Quando assumi o governo, o hospital aqui de Rorainópolis fazia atendimentos básicos de saúde. Hoje, com a parceria dos parlamentares da bancada federal, a unidade está se tornando uma referência para a região Sul. Com todas as ações que temos feito, a saúde pública do Estado está sendo estruturada para beneficiar a população pelos próximos 20 anos”, frisou.

Remídio Monai, que esteve presente na solenidade, contou como foi o processo de escolha para aplicação da verba. “Quando assumi o mandato como deputado federal, o Governo do Estado me apresentou vários projetos que eram considerados de grande necessidade para Roraima. Essa maternidade foi unânime durante nossas conversas e, em dezembro de 2015, foi destinado o recurso para a obra, de forma a proporcionar mais conforto e qualidade para as gestantes que vão utilizar os serviços e para os profissionais que trabalharão na unidade”, afirmou.

O parlamentar destinou ainda R$ 839 mil em emenda para a aquisição de equipamentos para a unidade. Serão recebidos também R$ 84 mil de emenda federal da senadora Ângela Portela para equipar três salas de parto.

Ao final do evento, a governadora Suely Campos anunciou ainda o nome da maternidade, que vai se chamar Tereza Monay, em homenagem à mãe do parlamentar que destinou a verba para a construção da unidade. Ela faleceu há pouco mais de três anos.

CEM – Através de recursos federais no valor de R$ 486 mil, também destinados por Monai, Rorainópolis ganhará ainda um CEM (Centro de Especialidades Médicas). Unidade que, como o próprio nome diz, vai oferecer atendimentos especializados à população da região Sul, assim como é feito na CECM (Clínica Especializada Coronel Mota) em Boa Vista.

O CEM será construído junto ao Hospital Regional Sul e terá sete consultórios. Vai disponibilizar atendimentos nas seguintes especialidades: ginecologia, urologia, otorrinolaringologia, oftalmologia, ortopedia, sala de gesso e exames de ultrassonografia e eletrocardiograma. O projeto já foi aprovado pela CEF (Caixa Econômica Federal) e segue agora para licitação pela Seinf (Secretaria de Estado de Infraestrutura). Após essa fase e início das obras, a unidade deverá ser concluída em até 300 dias.

Moradora da Vicinal 11 de Rorainópolis, Clemilda da Silva esteve presente para falar em nome da população da região e agradecer à governadora pelo empenho em realizar essas obras no município. “Venho aqui hoje agradecer à governadora, pois ela tem mostrado que a saúde está em primeiro plano. Vem agora com essas obras que são de suma importância para a população de Rorainópolis, que tem dificuldade para ir a Boa Vista para ter os bebês e se consultar com os especialistas”, disse.

SHARE