COM 30 LEITOS

19

Novo bloco do HGR começa a receber pacientes neste domingo

Bloco F dará suporte aos pacientes da área verde do Trauma

O Bloco F do HGR (Hospital Geral de Roraima) começa a receber pacientes neste domingo, 4. Com 30 leitos, o espaço foi criado nesta semana, por determinação da governadora Suely Campos, após vistoria realizada na unidade de saúde, na última quinta-feira, dia1º.

Suely Campos demonstrou preocupação com a superlotação da unidade, agravada pela alta demanda de pacientes venezuelanos. Houve um aumento de 3.532% de atendimento em todas as unidades de saúde do Estado, 1.625% somente no HGR. A unidade, que em janeiro de 2014 atendeu 26 pacientes estrangeiros, recebeu mais de 900 imigrantes, só no mês passado.

“Estamos muito preocupados diante desta superlotação, agravada pela imigração venezuelana. Por isso, determinei a criação de novos leitos de retaguarda, para dar um suspiro à unidade, enquanto concluímos o Hospital das Clínicas, que deve ser inaugurado em aproximadamente um mês”, afirmou a governadora.

Segundo o diretor-geral do HGR, Samir Xaud, foi realizado remanejamento de setor administrativo, para criação do novo espaço, que vai receber pacientes destinados à área verde do Trauma.

“Fizemos algumas mudanças  de setores, conseguimos desocupar um bloco onde estava funcionando o almoxarifado e transformamos em um local de leitos. Será o Bloco F, que vai dar suporte para os pacientes da área verde do Trauma, onde temos um acúmulo muito grande, principalmente de pacientes ortopédicos.  Conseguiremos dar maior vazão e internação mais cômoda, mais digna. Investimento do governo para melhor atender à população”, ressaltou.

O secretário de Saúde, Marcelo Batista, falou sobre o problema de superlotação enfrentado nos últimos anos, em razão do crescimento da demanda, causado, em parte, pela grande quantidade de imigrantes venezuelanos atendidos atualmente pelo sistema estadual de saúde.

“Sabemos que nosso problema de estrutura física acarreta superlotação do hospital. Além disso, estamos passando por esse processo de migração de venezuelanos. A quantidade de pacientes que precisamos internar é grande para o tamanho e para a quantidade de leitos que o hospital tem. Encontramos uma maneira de melhorar esse atendimento, com a criação de mais 30 leitos. Realocamos a parte administrativa e conseguimos aumentar a capacidade do hospital. Tenho certeza de que vai melhorar e vamos tratar as pessoas com mais conforto”, disse.

Marcelo Batista falou também dos novos leitos que estarão disponíveis, a partir da inauguração do Hospital das Clínicas e do anexo do HGR. “Com a inauguração do Hospital das Clínicas, prevista para março, abriremos mais 120 leitos. Com certeza, vai melhorar e desafogar o HGR. Tem ainda nosso projeto do anexo do HGR, que está praticamente pronto para ser inaugurado este ano. Obra que a governadora pegou com 3% prontos e já está com quase 70% dos serviços concluídos. Serão mais 160 leitos, sendo 40 leitos de UTI, e mais 10 salas de centro cirúrgico. É uma nova fase que a saúde do Estado vai alcançar”, destacou.

SHARE